Auto_Interaktiv

Mobilidade possibilitada pela química

As montadoras estão mudando com o tempo. A proteção climática é um tema dominante em debates e diálogos públicos. Em 2012, a União Europeia pretende limitar as emissões de CO2 dos carros novos a 130 gramas por quilômetro percorrido.

Produtos químicos para Carros

O valor médio atual é de 140 gramas por quilômetro e em 2020 não deverá ultrapassar 95 g / km. Assim, os desenvolvedores têm claramente um grande desafio pela frente. Afinal, até mesmo compradores de carros ambientalmente conscientes não querem sacrificar o conforto, a segurança ou o prazer da direção. É aqui que os produtos químicos modernos podem ajudar. Novos plásticos de alta performance estão tornando os carros mais leves e aerodinâmicos, e os produtos químicos estão impulsionando o desempenho de baterias e agregados. Novos tipos de borracha estão sendo usados para fazer com que os pneus sejam mais seguros e contribuam com a economia de combustível. Novos materiais também podem desempenhar um papel fundamental na produção de carros mais acessíveis e mais atraentes. Mas, sobretudo, os produtos químicos estão ajudando as montadoras a assumirem um dos maiores desafios de nosso tempo: a proteção climática.

Design leve está na moda

LKWÉ uma equação muito simples: quanto mais pesado for o carro, mais combustível ele vai consumir. Uma redução de 100 kg no peso economiza até 0,4 litro de combustível por 100 km. Ninguém deverá sacrificar o conforto proporcionado pelo ar-condicionado e vidros elétricos, sem mencionar os equipamentos de segurança como airbags ou proteção de impacto lateral. Por esse motivo, os engenheiros procuram lugares alternativos para reduzir o peso dos veículos. Graças aos plásticos modernos, hoje é possível construir carros que são mais leves e estáveis. Um plástico técnico deste tipo é o Durethan® da LANXESS, que é usado como um composto com aço ou alumínio. Este material é utilizado para produzir partes da lataria que podem suportar as mais altas cargas, mas são de 30 a 40% mais leves e menos dispendiosos do que as peças convencionais. Os materiais plásticos são responsáveis por até 20% de um carro comum hoje, e esta porcentagem deverá aumentar significativamente.

O uso mais eficiente de combustível é uma possibilidade para reduzir as emissões de CO 2 . E que também está relacionada com o peso, embora indiretamente. Com caminhões e contêineres mais leves, por exemplo, mais carga pode ser transportada sem exceder o peso bruto dos veículos. Isto reduz o número de quilômetros percorridos. A LANXESS coloca isto em prática: caminhões com reboques leves transportam carga entre os sites da LANXESS em Krefeld-Uerdingen e Antuérpia. Isto aumenta a carga útil dos caminhões em dez por cento, resultando em uma economia de 150 viagens por ano. O resultado é uma diminuição de 50.000 quilômetros percorridos por ano, e economia de combustível em aproxima 15 mil litros de diesel.